quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Blitz do Kesnault (coluna)


Quando, após sua confirmação de campeão no ano de 1991, em Suzuka, Airton Senna admitiu ter jogado propositalmente Alain Prost (naquele ano – 1990 – de Ferrari) para fora na 1ª curva após a largada no GP do ano anterior, a f-1 mudou irreversivelmente, a conduta dos pilotos. Aqueles antigos campeões ou não (homens que respeitavam as tradições do esporte e a honra dos adversários com quem haviam disputado roda a roda), se sentiram ultrajados.

É lógico que já haviam ocorrido incidentes no passado como o de Stewart e Regazzoni em Nurburgring/1972; Fittipaldi e Scheckter em Paul Ricard/973; Senna e Mansell em Spa-Francorchamps/1987 (qdo. o brasileiro sentiu a força dos dedos da mão do inglês). Mas era um fato que vinha se desenhando para um desfecho medíocre qdo. vimos Senna “costurando” em plena reta de Estoril/1988 ou em Silvestrone/1993, para deter um Prost, reconhecidamente mais veloz.

Pela primeira vez um piloto, deliberadamente, joga o seu carro contra o do adversário, com a intenção específica de tirá-lo da corrida. As testemunhas confirmaram que o som do motor Honda da McLaren de Senna não se alterou e ele manteve o pé no acelerador, mesmo qdo. o Prost entrou na curva à sua frente. Os representantes da McLaren ( que haviam trabalhado com Prost no passado), reservadamente o consolaram e pediram desculpas.

Naquela tarde de 1991, após a seguinte frase do campeão daquele ano: “´porque eu decidi que se ele entrasse na curva à minha frente, não iria completá-la.”; segmentou um código de conduta entre os pilotos com táticas intimidatórias fazendo parte da corrida por culpa da inatividade e mesmo negligência dos dirigentes de então. Nesta nova condição, a f-1 apresentou nos limiares dos anos 90, um novo discípulo de Senna no que tange a esse comportamento....(segue na próxima semana)

Texto: Fernando Kesnault.

----------------------------------------------
A "Blitz do Kesnault" é a coluna do amigo Fernando Kesnault, que acontece sempre na surpresa trazendo curiosidades, crônicas e assuntos diversos da F1.
Deixem suas análises!

6 Análises:

Luiz Fernando,  25 de setembro de 2008 17:43  

Kesnault esta não foi a primeira vez q isso ocorreu; a primeira foi na mesma corrida, em 89, qdo o Prost jogou o carro em cima do Senna. Ambos os eventos foram lamentáveis. Mais tarde, Schumi fez o mesmo sobre Hill e depois sobre Villeneuve. Só q aqui no Brasil Senna é endeusado e Schumi é o Dick Vigarista. Todos os tres foram grandes campeões, mas naqueles momentos agiram de forma cafageste.

Anônimo,  25 de setembro de 2008 19:20  

......e o Topo Gigio escreveu para os dois amigos de longa data: Lulu Fefe e Fefe Kqué ! Dupla dinamica ! Kesnault, é uma merda ver o que Senna fez. Principalmente por estar morto e ser um grande piloto. Foi a pior coisa que ele fez na carreira. Prost, malandramente, ganhou a parada com ele, sai-se de bonzinho e, quem conhece a F1, sabe que é canalha nos bastidores. Tanto como o Senna foi. Perguntem ao nosso boca suja Piquet-pai ! Prost segurou até alça do caixao....ficou bem na fita. E, o acidente do ano anterior, o frances - ahhh...Parrí ! Quando voces viajarao novamente para lá ? Inverno, bons vinhos, boas comidas... - voei nas asas da Air France, desculpem-me, o frances nao teve culpa. Mas.....Luis Fernando e voce nao notaram uma coisa. É um momento fantástico da F1 ! Eterno ! E Dick Vigarista, já disse, era um perdedor ! Schummy é um vencedor ! 7 vezes ! tentou tirar aquele chato de capacete, do cabelo rosa do Villeneuve-son ! E se deu mal....que azar.... Grande Mutley-Schummy ! Í í í í íííííííí ! Como se faz a risado do cachorro mais sacana do desenho animado ?

Cristiano 25 de setembro de 2008 19:56  

Concordo com Topo Gigio!!!

Kesnault, a diferencia Senna de Hamilton, é que o brasileiro fez isso por vingança e o inglês, faz por ideologia, ensinada por Ron Dennis provavelmente!?

Anônimo,  25 de setembro de 2008 20:07  

Senna apenas se vingou! Esse Kesnault deve ser um Piquetista que não se conforma do Senna ser considerado melhor, não só no Brasil, como no mundo inteiro!

Anônimo,  25 de setembro de 2008 21:39  

....e Sir Topo Gigio responde ao King Cristiano : Hamilton e Raikkonen nao entrarao para História. Babaquice. Ali, em 1990, com Prost e Senna, cafajestada entre Reis ! Fantástico ! Nao é toda hora que sangue azul( do automobilismo) se revela....

clickfale 7 de abril de 2009 16:40  

nada a ver. Analisar anos depois é fácil. O negócio é o seguinte: se o porra loca do prost em 1989 não tivesse feito a sacanagem de se enroscar com o senna (que ja havia lhe tirado o titulo em 88) não teria acontecido esse episódio. Em física existe uma lei que diz que para toda ação existe uma reação contrária e de igual valor. Perfeito isso. Daí esquecem-se disso e o senna é cafajeste, mutley etc...? ora, ora quanta sandice junta. É a mesma coisa que se um pai de familia ou um marido visse um bandido filha da puta agredindo ou tentando matar alguém de sua família e em legítima defesa mata o bandido. A saber...
ele se defendeu, mas será processado por ter matado o facínora. Faz um bem pra sociedade e ainda se incomoda. Mesma coisa como exemplo. AH! sim, ia esquecendo. Seu dick vigarista não teve ninguém pra roubar seus títulos, então ele sempre partiu pro ataque de forma antidesportiva porque está na índole, sangue, etc. (deem o nome que quiserem dar)

  ©Template by Dicas Blogger.